O que é Bitcoin, como funciona e qual sua importância?


Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada de código aberto. Parece confuso? Calma, vamos explicar melhor o que é o Bitcoin, o segredo por trás dos bastidores e o porquê de mais de 15 mil negócios no Brasil terem aderido a forma de pagamento fazendo fortunas em seus cofres.

bitcoin

Imagem ilustrativa, bitcoins não são moedas físicas

Projetado por Satoshi Nakamoto (pseudônimo do criador ou equipe de criadores do Bitcoin) a criptomoeda funciona como dinheiro virtual. Quando você trabalha, recebe dinheiro em cédulas que podem ser trocadas por produtos ou serviços, da mesma forma o Bitcoin é como uma cédula virtual, feita de códigos e não de papel.

Em seu site, a criptomoeda é definida da seguinte forma:

“Ela é uma tecnologia digital que permite reproduzir em pagamentos eletrônicos a eficiência dos pagamentos com cédulas de papel. Pagamentos com bitcoins são rápidos, baratos e sem intermediários. Além disso, eles podem ser feitos para qualquer pessoa, que esteja em qualquer lugar do planeta, sem limite mínimo ou máximo de valor.”

Como funciona o Bitcoin:

O Bitcoin é uma moeda online com tráfego de pagamento P2P (peer to peer), ou seja, ela não precisa de um servidor central intermediário. Qual a vantagem disso? Pense nas transações financeiras tradicionais:

  • Pagamento por boleto: Você gasta com transporte até o banco e além do tempo gasto na locomoção, o destinatário só recebe o dinheiro alguns dias depois.
  • Compras no cartão: Taxas no ato da compra, ou taxas de manutenção do cartão.
  • Transferências: Taxas para transferências e tempo de espera quando são entre instituições diferentes.

No sistema P2P você não tem uma instituição financeira, por exemplo, mediando a compra, portanto ela é instantânea e com custo reduzido.

Atualmente as transações online exigem mediação de instituições financeiras, já com o Bitcoin o processo será tão simples quando comprar um produto com uma cédula em uma loja física:

Imagine comprar uma camisa por R$ 50,00 em uma loja física: você entrega uma cédula com esse valor, retira seu produto sem necessidade de um banco mediar a compra.

Da mesma forma é a transação virtual com a criptomoeda, por isso ela tem se popularizado, é barata e rápida por ser P2P.

Bitcoin é uma criptomoeda, mas o que é isso?

Bitcoin blockchain

Assim como uma cédula do Real tem tecnologias de proteção, o dinheiro virtual também precisa ter. As novas cédulas do Real têm faixas holográficas, alto relevo, elementos fluorescentes, fio de segurança, marca d’água, quebra-cabeça, microimpressões e um número escondido; é muita tecnologia para evitar falsificações não é!?

Do mesmo modo, para que o dinheiro virtual não seja clonado, ele é protegido por um conjunto de princípios e técnicas chamado de criptografia.

Criptografia: é um conjunto de técnicas que visam cifrar uma informação para que ela só possa ser lida por quem conhece o código, garantindo a segurança das informações.

Fazendo uma metáfora, seria como enviar um baú trancado para um amigo por meio de um mensageiro: ele levará o baú para a outra pessoa, mas não poderá abrir, só o seu amigo que tem a chave poderá ver o que tem dentro.

Porque o Bitcoin usa o sistema P2P?

bitcoin P2P

Simples: é rápido, barato e seguro.

Porque P2P:

Uma moeda que não tem uma instituição mediadora como governos ou bancos é totalmente livre. Com isso, um governo não pode estimular sua inflação, por exemplo, “imprimindo” mais cédulas. Por esse motivo, o próprio mercado com sua lei de oferta e procura vai ditar a dinâmica do Bitcoin.

A falta de mediação por parte de uma instituição financeira também reduz os valores para transações e agiliza a velocidade dos tramites.

Além disso, os dados referentes às transações ficam armazenados até que possam ser validados pelos chamados mineradores e esse processo acontece de forma transparente: o código é livre, então é possível que qualquer um acesse as informações para conferir sua validade.

Porque é seguro:

Bitcoin criptomoeda

Os registros das transações são públicos como mencionamos no último tópico e essa é a vantagem sobre a política financeira do dinheiro de papel. Os bancos guardam a quatorze chaves os seus registros, logo, toda informação sobre as finanças pode ser real ou não.

Isso não quer dizer que os bancos necessariamente mentem sobre suas fortunas, mas quem pode tirar a prova disso senão eles mesmos?

Já as criptomoedas seguem outro protocolo em suas transações. Como o código é aberto, qualquer pessoa pode conferir informações do tipo:

Usuário1 transferiu 200 bitcoins para o usuário 3

Da mesma forma:

Usuário1 tem -200 bitcoins

Usuário3 tem +200 bitcoins

Não é possível saber quem é o usuário 1 ou 3, pois essas informações são sigilosas, mas existe toda uma transparência sobre a veracidade das transações.

Outra segurança está na criptografia. Os códigos gerados são de fácil leitura para quem possui a chave, mas de difícil leitura para alguém que tente interceptar a moeda. Isso quer dizer que é um dinheiro difícil de se falsificar.

Mas assim como no caso de um banco, você deve ter cuidado! Da mesma forma que você mantém segura e secreta a sua senha do cartão, você deve manter segura e secreta sua chave privada – chave que é capaz de acessar as informações da carteira do usuário.

carteira bitcoin

Carteira Bitcoin

Há ainda a “carteira” que consiste numa forma impressa do Bitcoin funcionando como uma cédula de qualquer moeda. Porém, sua função principal é conter as chaves pública e privada off-line, ou seja, fora da rede. Dessa forma diminui-se ainda mais a chance de ter os dados roubados, porém é preciso guardar bem a carteira Bitcoin, pois com ela uma pessoa pode acessar seus dados.

O que são mineradores de Bitcnoins e o que ganham?

minerador bitcoin

Mineradores são computadores disponíveis para “minerar” dados e validar transações. Porém, não é um servidor central que faz isso, mas sim nós. Qualquer pessoa pode minerar, você apenas precisa ter um computador potente capaz de processar as informações e deixar ele trabalhando.

Com isso, a cada validação você ganha uma parcela minúscula de Bitcoin daquela transação como pagamento pelo serviço, quanto mais potente for seu computador, mais dessas operações ele fará e mais você pode lucrar.

Porém é preciso fazer as contas! Se sua máquina(s) não for boa o suficiente, você pode acabar gastando mais com Internet e energia, do que o que seria capaz de lucrar.

O Bitcoin é importante para minha empresa?

É, e muito!

bitcoin

Segundo um levantamento feito em 2015 pela Snapcard, empresa especializada em soluções de pagamento com bitcoins, o Brasil já contava com mais de 15 mil comerciantes que aceitavam a moeda.

Um dos motivos da vasta utilização dos bitcoins é seu poder econômico. Ainda em 2015 os bitcoins tiveram uma valorização de 92%; enquanto empresas tradicionais caíram; como a Vale, desvalorizada em 42%. A criptomoeda que valia em média R$892,00 no primeiro dia do ano chegou a R$1.717,00 em 11 de dezembro do mesmo ano.

Com isso, o Bitcoin foi um dos melhores investimentos do ano de 2015 e em 2016 não foi diferente. No ano passado, o bitcoin teve uma valorização de quase 50% em relação ao Real segundo a Economatica.

A criptomoeda, portanto, já tem um peso de mercado significativo e está longe de ser uma ficção futurística, é uma realidade concreta e presente hoje! Tanto é relevante que uma empresa aceite os bitcoins, como é interessante que ela pense maneiras de investir neles. Talvez sua companhia possa até se tornar uma mineradora!

No Brasil, algumas construtoras começaram a aceitar pagamentos em bitcoins. Foram elaboradas estratégias para atração de clientes do tipo:

A cada R$20.000,00 no valor da compra pagos com bitcoins, o cliente recebe um desconto de R$1.000,00

Com um incentivo de 5% a compra fica mais atrativa e é uma grande vantagem para a empresa ter em seu cofre uma moeda que tem se valorizado muito acima do próprio real.

Captar clientes que pagam com bitcoin é fazer um investimento promissor! Quanto mais criptomoedas você tem no “porquinho” da sua companhia, mais sua fortuna se multiplicará acompanhando o crescimento dos bitcoins, que têm se mostrado muito mais sólidos e valiosos do que muitos julgaram anos atrás.

Já está pensando em como promover ações de marketing e vendas para começar seu tesouro? Fale com a Agência Open e saiba mais sobre o potencial e a segurança das criptomoedas, e sobre ações que podem atrair clientes com bitcoins para tornar seu negócio ainda mais promissor!


Ramon Soares

Seja o primeiro a saber

Cadastre-se para ficar por dentro das novidades do blog e da agência!


Rua Alagoas - 1160 - 6º andar CEP: 30130-160
Bairro funcionários

31 3047.2931
contato@agenciaopen.com