A geração Y e a dificuldade de concentração


Somos mestres quando o assunto é fazer várias atividades ao mesmo tempo, principalmente em frente ao computador. Mas e quando temos que nos concentrar por muito tempo em uma só função, por que é tão difícil?

dificuldade de concentracao

A geração Y se inicia após a década de 80, segundo Don Tapscott, e vai até meados dos anos 90. Essa época foi transformada por uma grande revolução da dinâmica social: a volatilidade trazida pela difusão da Internet.

Assim como a expansão marítima, globalização e revolução industrial, a Internet mudou toda a mecânica de interação mundial. As notícias atravessam o mundo em poucos segundos, todos têm acesso à informação em diversas fontes. Produtos, notícias, correntes, moda, tudo na Internet tem validade e tão rápido quanto chegam, as coisas se vão.

Podemos acessar vários conteúdos simultaneamente, Youtube, Facebook, E-mail, blogs, estamos sempre com mais de uma janela aberta e mexemos em todas ao mesmo tempo. Somos praticamente um John Anderton, personagem de Tom Cruise em Minority Report, quando trabalhamos com tantas abas ou janelas abertas.

Esse texto mesmo está sendo produzido em tela dividida: Word Office, Internet para pesquisas, Spotify em segundo plano e ainda com direito a breves espiadas no feed das redes sociais. Mas qual o problema em termos nos tornado verdadeiros multitarefas?

Somos treinados a ter dificuldade de concentração!


“Você está me distraindo!” 

É muito comum ver exercícios para melhorar a concentração, mas você já pensou que tem sido treinado toda a sua vida para não saber se concentrar?

TV à cabo com 400 canais, você está assistindo sua série favorita e começa a propaganda, esperamos pacientemente? Não, mudamos de canal e na maioria das vezes começamos a assistir dois programas ao mesmo tempo. Outro exemplo é quando estamos assistindo alguma coisa mais parada e aproveitamos para dar uma checada nas notificações do smartphone.

Algumas vezes estamos tão habituados a respostas rápidas, que quando o PC demora a carregar o Feed recorremos ao celular a fim de ver a mesma informação com poucos segundos de vantagem.

Todos esses hábitos ansiosos desde a infância, especialmente nos últimos anos, nos doutrinaram a nunca nos comprometer pacientemente com uma única tarefa. Daí começam os problemas: seu trabalho é justamente se concentrar em uma única função por horas.

O mercado de trabalho não vai facilitar

“Chefe, estou sentindo muito estresse, e se eu puder trabalhar com menos pressão?”

Infelizmente suas funções na empresa não vão mudar a cada quinze minutos, você precisará aprender a se manter em uma só função por horas e, é claro, sendo bem produtivo.

Mas após uma vida de maus hábitos é possível reverter a situação? Sim jovem Y, é possível sim, mas exige compromisso! Nós vamos dar algumas dicas, para o seu bem, selecionamos as formas mais divertidas para se tornar um mestre na concentração.

Como diminuir a dificuldade de concentração:

Você pode ficar tão concentrado como esse gatinho, basta adicionar um pouco mais de disciplina às suas atividades diárias. Veja como mudar pequenos hábitos e se beneficiar do seu cotidiano:

·         Leitura:

Ao ler um livro, deixe o smartphone ao menos a um metro de distância, nada de ficar conferindo notificações ou olhando as horas. Tente colocar metas, dez páginas, um capítulo, não importa a quantidade, apenas leia sem fazer outra coisa ao mesmo tempo. Para as leituras no PC, nada de transitar entre as abas, vá até o fim de uma vez só!

·         Filmes:

Mantenha o foco no filme, desligue o celular e reserve toda a sua atenção à tela.

·         Conversas:

Nem as boas conversas de bar são as mesmas. Basta alguns segundos de silêncio e pronto, o celular magicamente aparece em nossas mãos, não é? Não! Foi seu mal costume que criou um gesto mecânico. Coloque o celular num cesto em cima da mesa, peça a todos que façam isso também. O foco aqui é uma boa conversa, poste sobre isso depois.

·         Atividades que exigem concentração:

Nem é preciso nem falar que o celular fica de fora nessa não é mesmo? Que tal cuidar de uma árvore Bonsai? Ou tentar ensinar um truque para seu pet? Talvez até aprender uma coreografia de dança, ou fazer pratos exóticos como comida mexicana ou japonesa. Esse tipo de atividade exige concentração e continua sendo um momento lúdico.

Pronto para começar os treinos? Não é tão ruim assim não é mesmo!? Você continuará a fazer as mesmas atividades de sempre, talvez aprenda coisas novas, a única mudança é que fará de forma mais consciente melhorando a concentração. Lembre-se de viver no presente, nada de estar em um lugar com a mente em outro. Afinal, como disse sabiamente o mestre Oogway em Kung Fu Panda:

Concentração

“O ontem é história, o amanhã é um mistério, mas hoje é uma dádiva. É por isso que se se chama presente”.


Ramon Soares

Seja o primeiro a saber

Cadastre-se para ficar por dentro das novidades do blog e da agência!


Rua Alagoas - 1160 - 6º andar CEP: 30130-160
Bairro funcionários

31 3047.2931
contato@agenciaopen.com